Filtre aqui para encontrar assuntos relacionados ao:
Fronteiras da América.

Fronteiras da América.

Um movimento da Biogénesis Bagó para ampliar o potencial produtivo do Brasil.

Os resultados atuais do seu rebanho você já conhece.

Os resultados atuais do seu rebanho você já conhece.

Mas até onde você pode chegar? Quais índices de produtividade quer alcançar?

<p>Fronteiras da América</p>

Fronteiras da América

Dizem as pesquisas que os próximos 30 anos trarão mudanças, iniciando pelos hábitos que prometem um aumento considerável no consumo de carne vermelha. Além disso, os estudos afirmam que em 2050 haverá 35% a mais pessoas na Terra.

O que isso significa? Seria isso um problema ou uma verdadeira oportunidade de conquistar novos resultados?

Segundo estimativas da FAO - a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura - a produção de carne deverá aumentar em 7%. Se hoje, a América Latina provê 27% da carne e 11% do leite consumido em todo o mundo, já com suficiência em recursos naturais, profissionais e tecnológicos, quais medidas devem ser tomadas para suprir a demanda após o aumento previsto? É possível ultrapassar essas fronteiras?

A chave para alcançar a Fronteira Produtiva está em utilizar de forma eficiente os recursos, já que não é viável aumentar a quantidade de cabeças, pois áreas destinadas à pastagem não vão crescer, inclusive vão diminuir porque a agricultura avança por essas áreas.

Biogénesis Bagó
Marketing Biogénesis Bagó

Foram essas perguntas que moveram a Biogénesis Bagó a criar o conceito da “Fronteira Produtiva”, um plano que, com o assessoramento e assistência de um médico veterinário, levará ao melhoramento da sanidade animal, nutrição, genética e manejo, para que os estabelecimentos possam atingir seu potencial máximo sem ter a necessidade de fazer grandes investimentos. É um programa para potencializar a produtividade, cuidando dos 4 setores que compõe o rendimento do rebanho - saúde, produção, genética e gestão – com o objetivo de reduzir continuamente a “lacuna produtiva” - existente entre o máximo potencial produtivo da América e os números de produção existentes atualmente.

Como os índices da América Latina conversam com as necessidades mundiais de proteína animal?

Os atuais números do Brasil não decepcionam. O rebanho conta hoje com 215 milhões de cabeças, 52 milhões de bezerros e 98 milhões de fêmeas para cria.

Entretanto, para acompanhar as tendências e necessidades do mercado, é necessário olhar para o futuro. Onde estão as taxar e onde podemos chegar? Como explorar ainda mais o potencial brasileiro?

<p>Como os índices da América Latina conversam com as necessidades mundiais de proteína animal?</p> <p>Os atuais números do Brasil não decepcionam. O rebanho conta hoje com 215 milhões de cabeças, 52 milhões de bezerros e 98 milhões de fêmeas para cria.</p>

Aumente seus índices de produtividade e atenda cada vez mais à crescente demanda mundial por proteína animal.

Entre em contato com a Biogénesis Bagó para saber mais.